16. abril, 2011|Museus|Nenhum Comentário

O Museu do Cairo (ou Museu do Egito) foi palco talvez, de um dos momentos mais marcantes da história recente do Egito. Em frente a tal Museu, encontra-se a praça Tahir, palco dos protestos populares contra o então presidente Mubarak.

Museu do Cairo

Museu do Cairo

Apesar de ter em seu acervo peças de riqueza incontestável, o Museu em si ainda apresenta deficiências se comparados com outros ao redor do mundo.Para começar, se realmente quiser realizar a visita, vá com um novo olhar, caso contrário, o passeio poderá gerar decepção. O Museu, apesar de seu imponente edifício em que está localizado, possui em seu interior peças milenares tratadas como verdadeiros objetos sem valor cultural. O visitante poderá se impressionar com a poeira, a falta de zelo e organização que o museu está sujeito.Apesar dessas barreiras, existem grandes alas do Museu, tal como a área de Tutankamon que são uma tentativa de reorganizar o acervo. Ir ao Museu do Cairo pode sim ser sinônimo de decepção, porém, treine seu olhar para as grandes peças expostas e deixe-se viajar pelo tempo que circunda as mesmas, uma vez que são verdadeiros tesouros da humanidade. L á estão milhares de imagens, papiros, móveis e objetos de sua vida cotidiana que o acompanharam na morte para criar, dentro de seu túmulo, um universo idêntico ao que o cercava em vida, sem tirar nem pôr. O Museu ainda tem uma sala com 11 múmias de faraós , inclusive a de Ramsés 2º

Portanto, vá para a atração buscando história e esquecendo um pouco a visão ocidental que as pessoas geralmente tem de grandes museus.

Artigos Relacionados
Comentários

Nenhum comentário ainda .

Nome:
E-mail:
Site:
Comentário:
 Enviar comentário